30/06/2022
por Assessoria de Comunicação.

Cada vez mais próximo! Concurso do Senado prevê 1.002 vagas disponíveis

O documento funciona como um espelho para o edital e traz informações sobre cargos, requisitos, salários, taxas de inscrição, etapas de seleção, disciplinas e conteúdo programático.

De acordo com o projeto básico, o concurso Senado terá 1.002 vagas disponíveis, sendo 19 para contratação imediata e 983 para cadastro de reserva. Confira os detalhes a seguir: 

  • Cargos, requisitos e salários:

  • Técnico legislativo - policial legislativo
Vagas: 6 imediatas e 174 para cadastro de reserva.
Requisitos: nível superior completo em qualquer área e a Carteira Nacional de Habilitação na categoria B (requisito de escolaridade deixou de ser nível médio em abril de 2022)
Remuneração inicial:  R$20.410,07, já incluindo o auxílio-alimentação de R$982,28

  • Analista legislativo
Vagas: 10 imediatas (sendo uma para cada uma das seguintes áreas: Administração; Arquivologia; Assistência Social; Contabilidade; Enfermagem; Informática Legislativa; Processo Legislativo; Registro e Redação Parlamentar; Engenharia do Trabalho; Engenharia Eletrônica e Telecomunicações) e 690 para cadastro de reserva.
Requisitos: nível superior completo na área que deseja concorrer
Remuneração inicial: R$26.880,04, já incluindo o auxílio-alimentação de R$982,28

  • Advogado
Vagas: 1 imediata e 19 para cadastro de reserva.
Requisitos: Bacharelado em Direito e inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil
Remuneração inicial: R$34.443,96, já incluindo o auxílio-alimentação de R$982,28

  • Consultor Legislativo
Vagas: 2 imediatas (sendo uma para Assessoramento em Orçamentos e uma para Assessoramento Legislativo) e 100 para cadastro de reserva. 

Especialidades: as oportunidades serão para Orçamento e Direito Financeiro; Orçamento e Análise Econômica; Agricultura; Comunicações e Tecnologia da Informação; Desporto e Cultura; Direito Civil, Processual Civil e Agrário; Direito Constitucional, Administrativo, Eleitoral e Processo Legislativo; Direito do Trabalho e Direito Previdenciário; Direito Econômico; Direito Internacional Público; Direito Penal; Direito tributário; Direitos Humanos e Cidadania; Economia do Trabalho, Renda e Previdência; Economia Regional e Políticas de Desenvolvimento Urbano; Educação; Meio Ambiente; Minas e Energia; Política Econômica e Finanças Públicas; Política Econômica e Sistema Financeiro; Políticas Microeconômicas; Pronunciamentos; Saúde e Transportes. 

Requisitos: nível superior completo
Remuneração inicial: R$34.443,96, já incluindo o auxílio-alimentação de R$982,28
  • Prova discursiva
A prova discursiva para os cargos de técnico e analista legislativo (exceto a especialidade de Registro e Redação Parlamentar) consistirá em duas questões teóricas ou práticas abordando Conhecimentos Gerais e uma questão teórica ou prática abordando Conhecimentos Específicos. A aplicação será junto com a avaliação objetiva.

Para a especialidade de Registro e Redação Parlamentar, serão cobradas duas questões teóricas ou práticas abordando os conhecimentos gerais e uma revisão de um pronunciamento parlamentar contemporâneo escrito. A aplicação será junto com a avaliação objetiva.

Para advogado, a prova escrita será realizada em dois turnos (matutino e vespertino), em dia não coincidente com a prova objetiva e terá quatro questões teóricas ou práticas a serem respondidas em até 30 (trinta) linhas cada, e na redação de um parecer ou uma peça judicial de até 120 linhas sobre as seguintes disciplinas: Direito Constitucional; Direito Administrativo; Direito Civil e Empresarial; Direito Processual Civil; Direito Penal; Direito Processual Penal; Direito Digital; Atualidades.

Já para consultor legislativo a prova escrita será realizada em dois turnos (matutino e vespertino), em dia não coincidente com a prova objetiva e consistirá em: 

Especialidade Assessoramento Legislativo, exceto subárea Pronunciamentos: um resumo de até 20 linhas; uma tradução de texto do idioma Inglês para o Português, de até 60  linhas; uma Dissertação sobre tema específico de cada subárea, de 45 a 60 linhas; um parecer sobre Proposição Legislativa relacionada à área, de 70 a 90 linhas; e uma Justificação de Proposição Legislativa relacionada à subárea, de 70 a 90 linhas.

Especialidade Assessoramento Legislativo, subárea Pronunciamentos: um resumo de até 20 linhas; uma tradução de texto do idioma Inglês para o Português, de até 60 linhas; uma Dissertação sobre tema relacionado à agenda legislativa atual, 45 a 60 linhas; um Discurso Favorável e um Discurso Contrário sobre o mesmo tema, de 70a 90 (noventa) linhas cada.

Assessoramento em Orçamentos, subárea Orçamento e Direito Financeiro: um resumo de até 20 linhas; uma tradução de texto do idioma Inglês para o Português, de até 60 linhas; uma dissertação sobre tema específico de Direito Financeiro Avançado, de 45 a 60 linhas; uma Minuta de Parecer sobre Projeto de Crédito Adicional e respectivas emendas, nos termos da Resolução 1/2006-CN e legislação vigente, de 70 a 90 linhas; e uma Nota técnica com subsídios acerca da adequação financeira e orçamentária de Medida Provisória, nos termos da Resolução 1/2002-CN e legislação vigente, de 70 a 90 linhas.

Assessoramento em Orçamentos, subárea Orçamento e Análise Econômica: um resumo de até 20 linhas; uma tradução de texto do idioma Inglês para o Português, de até 60 linhas; uma dissertação sobre tema específico de Economia do Setor Público, de 45  a 60 linhas; uma Minuta de Parecer sobre Projeto de Crédito Adicional e respectivas emendas, nos termos da Resolução 1/2006-CN e legislação vigente, de 70 a 90 linhas, ; e uma Justificação de projeto de lei ou emenda constitucional de instituição de regra fiscal no âmbito da União, de 70 a 90 linhas.

  • Número de discursivas corrigidas

O projeto básico ainda traz a previsão de quantas provas discursivas serão corrigidas por cargo. Ao todo, serão 2.246 avaliações corrigidas dos candidatos com as melhores pontuações na objetiva. Confira: 

Técnico (policial legislativo): 360
Analista legislativo: 1.520
Consultor legislativo: 306
Advogado: 60

  • Prova prática

A prova prática será aplicada apenas para os classificados ao cargo de analista legislativo na especialidade de Registro e Redação Parlamentar. Será exigido um teste de Taquigrafia, que consistirá em apanhamento taquigráfico de pronunciamento parlamentar contemporâneo, seguido da elaboração do texto decifrado.

O objetivo é medir a capacidade de memória, concentração, agilidade mental e resistência à pressão típica dos recintos onde ocorrem sessões do Senado Federal.

  • Teste de aptidão física
Essa etapa será apenas para os concorrentes ao cargo de técnico legislativo na especialidade de Policial Penal. Será cobrada a execução dos seguintes exercícios:

Para candidatos do sexo masculino:

5 flexões na barra fixa em um minuto;
25 flexões abdominais (tipo remador) em um minuto;
20 flexões de braço ao solo em um minuto;
Corrida de fundo de 2.400m, percorrida em doze minutos.
Para candidatas do sexo feminino:

Suspensão na barra fixa durante 15  segundos;
20 flexões abdominais (tipo remador) em um minuto;
15 flexões de braço ao solo em um minuto;
Corrida de fundo de 2.000m, percorrida em doze minutos.

  • Avaliação de títulos

Os candidatos aos cargos de advogado e consultor Legislativo aprovados nas etapas anteriores serão convocados para participar da prova de títulos.

Essa etapa busca aferir, a partir de elementos comprobatórios de sua experiência e formação acadêmica e profissional, a capacitação do concorrente para o melhor desempenho das atribuições do cargo.

Fonte: Folha Dirigida.

Conheça os nossos cursos para o Senado que aprovaram 57% do nomeados:

  • Supercursos e Pós-graduação do IGEPP para o Senado:







  • Nossos Combos Exclusivos:



O que achou desta notícia?


Palavra do Aluno

"Eu sou Melina, tenho 31 anos; eu fui aprovada no concurso do Senado Federal, para o cargo Analista Legislativo, especialidade Processo Legislativo. Para concursos de alto nível é necessária uma preparação de longo prazo. Quando começaram os rumores do concurso do Senado, o IGEPP já tinha uma excelente reputação, então, eu decidi apostar neste cursinho. Eu, realmente, falo que vale a pena. Na época eu preferi pagar um cursinho melhor para ter professores de alto nível e uma administração comprometida. Eu tive muita sorte de ter buscado o IGEPP. Quem chegou até o final, quase todas as pessoas da sala passaram. Na época, eu conheci o IGEPP porque o curso preparatório era líder de aprovação para o concurso de Gestor que é um concurso muito difícil, muito disputado. Então, eu pensei: bom, esse preparatório deve ser bom. E, realmente, foi o diferencial na minha aprovação. Sem dúvida alguma, eu nunca tinha estudado em um curso com tantos professores qualificados e uma organização impecável. Realmente a organização da administração, as aulas, a carga horária: tudo isso foi um grande diferencial na minha aprovação. Eu, realmente, sou grata ao IGEPP, aos professores, ao Álvaro. Quando eu recebi a notícia da minha aprovação foi um momento único, de muita felicidade. O dia da minha nomeação foi um dos dias mais felizes da minha vida."

Melina Fernandez

"Preparação com antecedência é a filosofia do IGEPP. Eu mesmo digo, por experiência própria, que aqui no IGEPP fiz amigos para a vida inteira. No dia da minha posse, já conhecia mais da metade dos colegas que lá se encontravam. Não desistam. A aprovação em concursos envolve uma série de fatores. O nosso objetivo é estarmos bem-preparados para minimizarmos ao máximo os fatores que são alheios à nossa vontade e conseguirmos lograr uma aprovação ainda que não nos sejam favoráveis. Para auxiliar nessa preparação é importante contar com a ajuda de profissionais que já possuem grande experiência na preparação de candidatos para concursos públicos. Isso o IGEPP tem a oferecer. Eu mesmo fui aluno da casa, contei com o auxílio de diversos professores, assisti aulas, realizei simulados, questões, cursos de exercícios e tudo isso me deu um suporte necessário para eu conseguir lograr êxito na minha prova para Analista Legislativo e para Consultor Legislativo do Senado. IGEPP, líder imbatível em aprovações."

Foi Analista Legislativo da Câmara dos Deputados, aprovado no último concurso, realizado em 2012.

Agora é Consultor Legislativo do Senado Federal.

Roberto Ribeiro

“Eu passei no concurso do Banco Central em 7º lugar. Eu conheci o IGEPP por conta de uma grande amiga minha e ela disse: faz lá porque o curso é excelente e vai seu um diferencial para você.  E, de fato, foi. Eu vim, conheci a estrutura, a carga-horária e eu falo para quem quiser ouvir: foi um diferencial para a minha aprovação. Eu passei no Banco porque eu tive determinação, eu estudei muito, tive uma família que me apoiou muito, amigos que me deram suporte, inclusive, indicando o curso que foi um grande diferencial que me ajudou a estudar corretamente aquilo que eu precisava. Professores excelentes, uma aula extremamente focada; eu tive uma boa preparação. O IGEPP te prepara corretamente. Fiz simulados, fiz redação e isso me deu uma boa base para a hora da prova. Todas as pessoas que estudaram comigo passaram. Isso também é um diferencial do IGEPP em relação aos outros cursinhos.”

Carolina Netto

“Oi! Boa Tarde! Me nome é Olávia Cristina Gomes Bonfim, fui aprovada em 1º lugar para o cargo de consultor legislativo, área Constituição e Justiça, da CLDF. Fiz um curso com vocês no IGEPP online. Gostaria de agradecer pela contribuição na minha aprovação!” 

Aprovada em primeiro lugar para o cargo de Consultor Legislativo, área Constituição e Justiça, do Concurso da Câmara Legislativa do Distrito Federal (2018)

Olávia Cristina Gomes Bonfim

Câmara Legislativa do Distrito Federal - Consultora Legislativa

"Percebi que o IGEPP não mede esforços para oferecer um bom ensino. O corpo docente é muito bom! Tive aula com os melhores professores de cada tema, muitos vieram de outros estados. As matérias são bem divididas e temos apoio on-line. Além disso, a parte administrativa do IGEPP é muito boa. Quando o tempo é curto, uma boa organização no curso é fundamental."

Utilizou a Pós para melhor colocação profissional na empresa que trabalha.

Bruno Varjão

"Eu não era servidor público antes de estudar no IGEPP. Depois de dois anos de estudos, tomei posse na Agência Espacial Brasileira, estou aguardando ser chamado para o MPOG e para  Auditor de Controle Interno do Distrito Federal.

Aprovado para a Agência Espacial Brasileira, MPOG e Auditor de Controle Interno do DF.

Rafael Duarte de Paula Silva

"Eu já era servidora pública e com o conteúdo ministrado na Pós em Gestão Pública do IGEPP, consegui outra aprovação: no primeiro concurso para Gestor de São Paulo. Na minha opinião, essa é a melhor instituição do mercado que prepara as carreiras de Gestão."

Aprovada para APPGG/ SP - 2015 (Analista de Políticas Públicas e Gestão Governamental de São Paulo).

Ellen Carolina Bandeira

"Cursar a Pós em Gestão Pública no IGEPP foi uma oportunidade de conhecer melhor a Administração Pública Federal. Com o amplo conhecimento e embasamento teórico conquistados, pude aplicá-los na rotina do órgão público onde trabalho."

Cursou a Pós em Gestão Pública para aplicar os conhecimentos no órgão público que trabalha: Ministério da Justiça. Aguarda sair o edital de Gestor Público Federal. 

José Albuquerque Nogueira

"Estudei no IGEPP, fui aprovada para Analista de Políticas Sociais e fiquei encantada com o nível dos professores e a proximidade da Secretaria Acadêmica com os alunos. Resolvi cursar a Pós em Gestão Pública, que me ajudou tanto em passar em outros concursos públicos, como também na seleção interna do órgão que eu trabalhava. Logo após o fim das aulas, saiu o edital para Analista de Gestão Pública do MPU, consegui aprovação e é o cargo que ocupo hoje."

Aprovada para Analista de Gestão Pública do MPU/ 2013 e para Gestor Público Federal (Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental do MPOG)/ 2013.

Cecília Lamounier

A preparação oferecida pelo IGEPP é de fato diferenciada, sendo de grande relevância para candidatos que estão em estágio mais avançado nos estudos e na experiência em concursos, o que se percebe inclusive pelo nível dos alunos que a escola atrai.

Airton Luciano Aragão Júnior

"Se preparar com antecedência é fundamental para ser bem-sucedido nessa trajetória de concursos públicos. Eu decidi fazer cursinho no IGEPP porque a minha irmã me indicou. Minha irmã já tinha passado no concurso da Câmara, que é um dos concursos mais difíceis, e ela ficou insistindo para eu fazer concurso e para eu fazer o cursinho no IGEPP porque ela tinha sentido que tinha sido um diferencial: a qualidade dos professores, a estrutura e o material que eles oferecem. Então, eu fui lá, fiz, me matriculei no curso completo no curso do Banco Central. Ainda mais que tinham várias matérias de concurso que eu não tinha conhecimento nenhum, então eu fiz o curso completo e, realmente, eu senti que isso foi um diferencial muito grande. Lá, eu pude ver professores de excelente qualidade, professores que tem uma bagagem muito grande e alguns até já são do Banco Central. No meu caso, além do conteúdo, a gente pôde conhecer um pouquinho como era a instituição e isso também me motivou bastante. Lá no IGEPP, eu tive a oportunidade de além dos exercícios em sala, fazer simulados que foram muito importantes. Fazer os simulados me deu muito mais segurança para o dia da prova. Além dos professores, do material, dos simulados e dos exercícios, eu pude conhecer pessoas que estavam no mesmo barco comigo. Isso deixou a trajetória mais leve."

Mayara Trindade

A INSTITUIÇÃO    |    CURSOS    |    PROFESSORES    |    EVENTOS    |    NOTÍCIAS    |    CONTATO
IGEPP 2022 © | Política de Privacidade